Tempo de Leitura: 4 Minutos

Uma parceria incrível entre Mc Pelourinho e Mc Leozinho ZS chegou a todas as plataformas digitais intitulada como “Meu Deus Traz a Solução”.

A canção vem com uma proposta de motivar a sociedade em tempos difíceis de se viver. O funk conta com pautas importantes e recorrentes no mundo inteiro como por exemplo o preconceito racial onde diz que: “Se preto morre/É que era bandido”.

Valorizando a vida, a favela e trazendo uma crítica com um pedido de basta pelas atrocidades do dia a dia, seu impacto é gritante, contanto com uma sonoridade que faz com que seja impossível não se emocionar. Em entrevista exclusiva, Mc Pelourinho fala sobre seus novos projetos. Confira!

Você recentemente lançou a canção “Meu Deus Traz a Solução” ao lado de Mc Leozinho ZS na qual já tem uma longa amizade. Como essa parceria contribuiu para a confecção dessa canção que tem uma letra que impacta tanto a vida de quem a escuta?

Eu e o Leozinho somos amigos  a muito tempo nessa trajetória no mundo do funk ,sempre se identificamos com o funk consciente e em uma oportunidade de gravar com ele no estúdio decidimos vim com esse projeto uma canção no qual contaria resumidamente um pouco o cotidiano de hoje em dia nas comunidades falando um pouco sobre racismo ,falta de oportunidade , abuso de poder e de autoridade  entre outros problemas ,que nos que vivemos em comunidade carente sabe e sente na pele o quanto e difícil vencer sendo pobre .

Na sociedade em que vivemos, qual é a importância de se ter canções como a sua motivando a população, principalmente das favelas, a nunca desistir dos seus objetivos?

Hoje em dia o funk consciente e o  que impera nas comunidade e uma forma de se expressar sobre oque vivemos e aprendemos  tentamos mostrar para a molecada que o Funk também e uma forma de vencer e que existe outros caminhos . !! O funk é influência pra favela , a criançada da favela hoje quer ser Mc ou jogador de futebol, o difícil é a opção e a condição , mais o esforço e a fé vai fazer chega onde sonha e contrariar as estatísticas.

O que o fez seguir a carreira como músico? E qual a importância do funk no século 21?

Desde bem novo eu gostava de cantar e compor enxerguei esse talento em mim e nunca desisti por mais que difícil seja a trajetória nunca perdi minha força de vontade  ,Me inspirei também muito no anjo MC Daleste e no raridade que sou muito fã ,máximo respeito .o funk sempre foi muito importante ,sempre mudou vidas ,construiu famílias e  lares  já deu muita condição a quem não tinha nem oque comer tirando  jovens do trafico e das ruas o funk  vive e cultura e vida.

A letra traz um olhar atento a como a injustiça é gritante. Como tem sido o olhar do público com essa canção?

O público tem visto como uma canção  motivacional .tocando o sentimento de quem há ouve por estarmos passando por um momento difícil na sociedade.

Com a experiência atual, você pretende seguir nesse caminho de músicas motivacionais daqui para frente?

Como eu digo na música “enquanto tiver falhando a minha voz vai tá cantando”! Mais não somente músicas motivacionais vão cantar o que eu me identificar.

O que podemos esperar para o futuro em sua carreira?

Tenho mais de 20 músicas pronta pra lançar já, podem esperar diversos tipos de música na alinharem do consciente. Onde vou falar da inveja, vou falar de amor e prazer, vou falar de revoadas, vou falar da lei do retorno, vou falar das antigas… E tenho certeza que vocês vão se identificar com as canções.

Autores

  • Andrezza Barros (Niterói, 21 de abril de 1995) é uma jornalista, colunista e entrevistadora do entretenimento.

  • Luca Rocha Moreira, mais conhecido como Luca Moreira, é um jornalista, escritor e entrevistador internacional brasileiro. Conhecido por suas entrevistas com mais de 500 personalidades em cinco países diferentes em seus primeiros três anos de carreira. É autor do livro "300 Histórias para Inspirar".

Share.
,

Andrezza Barros (Niterói, 21 de abril de 1995) é uma jornalista, colunista e entrevistadora do entretenimento.

Leave A Reply

%d blogueiros gostam disto: