Kian Ogo traz releitura do Apocalipse em novo álbum

Tempo de Leitura: 4 Minutos

Kian Ogo é uma persona do artista Jon Fonseca e seu projeto “EV4NGELHO” é mais que um projeto musical, é também um projeto ficcional e visual. O artista assina a idealização, a composição e a produção de todas as 14 faixas, todas produzidas em casa nos últimos 3 anos, algumas delas em 2020 em meio a pandemia. Na narrativa que se desenvolve ao longo do álbum Kian é uma inteligência artificial alienígena enviada para a Terra para transmitir uma importante mensagem.

O álbum faz uma releitura da história contada em Apocalipse, o último livro da Bíblia, onde um anjo é enviado até o Profeta João para lhe mostrar visões do futuro. As 14 faixas do álbum passeiam por temas como preservação ambiental, feminilidade, racismo, intolerância e institucionalização religiosa, saúde mental, masculinidade tóxica, diversidade sexual e de gêneros, espiritualidade e etc.

Além da linguagem enigmática que faz parte das letras do álbum, cheias de numerologia e referências bíblicas, a parte visual é essencial para a experiência do álbum. E enquanto Kian trabalha em um álbum visual para toda a obra, um filme chamado 4POCALIPS3 com um clipe para cada uma das faixas – mas que ainda não foi lançado -, é possível ter um gostinho dessa experiência visual a partir do Instagram do artista: @kian.ogo. Tudo pode não passar de um trabalho de ficção, mas o tom profético de Kian Ogo na obra sugere a possibilidade das faixas, de alguma forma, serem de fato profecias do futuro. Confira a entrevista:

Reprodução/Instagram

No final de março, tivemos o lançamento de seu novo álbum “EV4NGELHO” em todas as plataformas digitais. Como está sendo a recepção do público e o que esse trabalho significou para você?

O EV4NGELHO como um todo é uma mensagem que eu queria passar ao mundo antes da persona Kian Ogo nascer, lançar esse projeto é o final de um ciclo muito especial e eu estou muito contente com os comentários e mensagens que venho recebendo. São tantos temas, e sempre tem um que pega mais cada pessoa.

Nos conte um pouco quem é Kian Ogo.

Kian Ogo sou eu, é o personagem que criei pra ter coragem de fazer o que eu faço, na lenda ele é uma inteligência artificial alienígena que se uniu a minha mente, a primeira faixa do EV4NGELHO é sobre isso e no fim essa simbiose é o principal tema do álbum.

Reprodução/Instagram

Porque o  projeto se chama “EV4NGELHO”? E qual é a razão de se ter um número quatro no meio da palavra?

Evangelho é uma palavra grega que significa boa mensagem, no meio dessa palavra temos a palavra “angel”, anjo, que significa mensageiro. Eu queria me utilizar desses conceitos judaico-cristãos, mas sem me afastar da estética tecnológica e cyberpunk do Kian, que por ser uma IA possui uma linguagem de programação específica. Daí que veio o toque personalizado da palavra com um 4 que significa ordem segundo A Cabala.

Diante  de uma  assinatura eletrônica e retrô, com sintetizadores dos anos 80, como você definiria seu estilo musical?

Eu confesso que tenho dificuldade pra definir meu estilo musical, mas acredito que seja uma sopa de indiepop experimental onde o R&B, o hip-hop, a música eletrônica e a MPB se misturam.

Reprodução/Instagram

Qual foi seu principal objetivo ao lançar “EV4NGELHO”? Você conseguiu chegar a esse objetivo?

Meu objetivo maior era transmitir essa mensagem, torná-la acessível, e agora ela está disponível em todas as plataformas digitais. Houveram momentos em que eu pensei que não conseguiria, mas eu consegui e sou muito grato a Deus por isso. Saber que daqui 100 anos isso vai continuar a um clique de distância de qualquer pessoa é fantástico.

As 14 faixas do álbum passeiam por temas como preservação ambiental, feminilidade, racismo, intolerância e institucionalização religiosa, saúde mental, masculinidade tóxica, diversidade sexual e de gêneros, espiritualidade e etc. O que te levou a escolher tais temas e  como foi buscar referências para a composição?

Não foi necessário pensar muito, todas as músicas vieram de entalos na minha própria garganta, coisas que dá vontade de falar ao ver as notícias ou que eu gostaria de ter dito no passado em minhas experiências pessoais, mas não consegui. Botar isso pra fora é libertador.

Reprodução/Instagram

Qual mensagem de positividade você deixa aos leitores?

Que acreditem em um mundo melhor por mais difícil que seja e continuem acreditando no papel e na importância da arte nisso.

Além do projeto atual, existe algum para o futuro em mente?

O EV4NGELHO é também um projeto visual e de ficção, o plano inicial é fazer um filme, um álbum visual que ilustra tudo. Talvez isso aconteça em breve, vamos precisar aguardar.

Autores

  • Andrezza Barros (Niterói, 21 de abril de 1995) é uma jornalista, colunista e entrevistadora do entretenimento.

  • Luca Rocha Moreira, mais conhecido como Luca Moreira, é um jornalista, escritor e entrevistador internacional brasileiro. Conhecido por suas entrevistas com mais de 500 personalidades em cinco países diferentes em seus primeiros três anos de carreira. É autor do livro "300 Histórias para Inspirar".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrevista

Feito Café inaugura nova fase com uma bem humorada interpretação dos perrengues da vida de músicos independentes

Tempo de Leitura: 4 Minutos Depois de um EP e uma série de singles, o duo Feito Café está revelando o projeto mais completo da carreira: o álbum “Stand-Up Drama”, antecipado pelo single e clipe “Parece”. A faixa, que versa sobre as incertezas da vida artística e os aprendizados diante das dificuldades, reflete o amadurecimento […]

Leia Mais...
Entrevista

Suzana Morales vai do samba ao experimental para refletir uma jornada completa em seu álbum de estreia

Tempo de Leitura: 6 Minutos Suzana Morales se apresenta como cantora e compositora em “Respirar”, seu álbum de estreia. Em uma metáfora da própria jornada da vida, a artista se inspira pelos aprendizados dessa caminhada e apresenta seu primeiro trabalho autoral com toda experiência acumulada. Mergulhando em uma MPB totalmente orgânica, ela une múltiplas referências […]

Leia Mais...
Entrevista

Danilo Penteado fala sobre parceria com César Lacerda em “Nova Oração”

Tempo de Leitura: 4 Minutos O multi-instrumentista Danilo Penteado segue revelando os sambas que compôs e lançou durante a pandemia, com parceiros famosos como Carlos Rennó, Maurício Pereira, Luiz Tatit, Ná Ozzetti, Romulo Fróes e Alice Coutinho como voz ou O co-autor aparece . Agora, o músico mudou de tom e guiou a bossa em “Nova Oração”, […]

Leia Mais...
%d blogueiros gostam disto: