Ingrid Pgon faz campanha no Instagram com música de LIPE em apoio ao setembro amarelo

Ainda no começo de setembro, o cantor niteroiense LIPE, lançou o single “Sua Essência”, emocionando o público. A melodia que já ultrapassou 40 mil acessos, tem sido bem recebida pelo público. Além disso, a canção também chamou a atenção da influenciadora Ingrid Pgon. Aproveitando a mensagem que o artista queria passar com a canção, ela utilizou sua criatividade como produtora de conteúdo e a vontade de ajudar a conscientizar as pessoas sobre o movimento do Setembro Amarelo, que é lembrado como o mês de combate ao suicídio.

Aos 23 anos, a influenciadora já possui mais de 400 mil seguidores, e reafirmou que a valorização da vida é um tema que deverá ser abordado não só em setembro, mas em todos os meses: “Falar da valorização da vida deve ser algo importante todos os meses, mas claro que o Setembro Amarelo abre um espaço muito necessário para que possamos colocar o assunto em foco e conscientizar as pessoas”, comentou.

Ela fez um vídeo onde conseguiu passar uma mensagem de forma simples e clara: “Seja gentil. Nós nunca sabemos o que a outra pessoa está passando e por muitas vezes não damos importância. É aí que devemos exercer a empatia e oferecer ajuda. A escolha da música foi exatamente por isso. Fala sobre a atual sociedade que vivemos, onde virou comum julgarmos o outro sem procurarmos saber quem é e as circunstâncias em que ela se encontra. Sinto que ‘Sua essência’ pode ajudar muitas pessoas a refletirem e pensarem nisso, assim como muitas outras que sofrem com ansiedade e depressão a não se sentirem sozinhas e buscarem ajuda. É uma música linda e acho muito difícil alguém não se emocionar!“, completou.

No vídeo que foi publicado em sua linha do tempo, Ingrid colocou na legenda: “Virou tão comum julgar alguém mesmo sem saber quem ela é. Que tal ao invés de julgarmos, oferecermos ajuda? Compartilhe esse vídeo e marca um amigo pra ele saber que ele vale MUITO. Ei, a sua vida vale muito!”.

Rafa Kalimann encabeça campanha do “Setembro Amarelo” com alerta para o suicídio

Desde 2014 o mês de setembro recebeu uma missão especial: falar com a população sobre o suicídio! Colorido de amarelo pela OMS (Organização Mundial da Saúde), ele se tornou o mês onde profissionais da saúde, celebridades, pessoas que passaram por alguma situação relacionada, passaram a fazer campanhas para conscientizar sobre esse assunto tão delicado, porém extremamente necessário.

“Hoje mais de 1 milhão de mortes são acusadas por ano como suicídio, e ainda existem muitos tabus que limitam os pedidos de ajuda e a procura pela ajuda certa. Abordar esse assunto ajuda para que se consiga identificar os sinais de quem está passando por momentos difíceis e evitar que uma pessoa chegue a esse estágio de desespero”, comenta Rafa.

Diante de toda a importância sobre o assunto, Rafa Kalimann resolveu falar em suas redes sociais, de forma prática, principalmente para os jovens, sobre assuntos como depressão, pânico, ansiedade e estresse. Entram no papo também como prevenir esses estados e alguns pontos que possam desencadear tais atitudes.

“Muitas pessoas têm, mas não sabem de onde vem o desespero, a angústia, o pânico, enfim, tudo que resulta em uma doença que mata silenciosamente e leva à atos como o suicídio, e isso é muito sério, precisamos falar mais disso”, continua a influencer.

Durante todo o mês de setembro, Rafa Kalimann receberá convidados como Lucas Lucco, Maísa, Deive Leonardo, e claro, profissionais da saúde que debaterão sobre esse assunto tão sério e pouco falado, para tentar ajudar e conscientizar uma população que sofre com pontos como traumas, conflitos familiares, não aceitação, discriminação, dificuldades financeiras, e principalmente como e onde procurar identificar sintomas, onde procurar ajuda e como superar.

Além dos bate papos em suas redes, Rafa lançará pequenos desafios semanais e alguns relatos nos vídeos. “É essencial ajudar ao próximo, é humano. Não podemos cruzar os braços e fingir que nada acontece. O que eu puder fazer para ajudar, farei. E nada melhor do que usar a minha ferramenta de trabalho, que graças a Deus alcança muita gente, para levar informação e um pouco de carinho”, finaliza Rafa.