Aiace lança webclipe colaborativo de “Pra Curar”

Tempo de Leitura: 3 Minutos

Projeto é uma parceria da cantora baiana com a argentina Cata Raybaud. João Cavalcanti e Lazzo Matumbi estão entre as participações especiais da versão audiovisual

Propondo uma nova versão da sua já conhecida faixa, Aiace lança clipe de “Pra Curar” em parceria com a argentina Cata Raybaud. Projeto, em formato íntimo e caseiro, reflete sobre a importância de se conhecer, auto cuidar, abrir espaço para mudanças e todas as chamadas pequenas revoluções que podem e devem acontecer dentro de cada um de nós. 

“Os símbolos dessa canção, escrita originalmente por mim ao lado de Júlia Maia e versionada pela cantautora uruguaia Maité Gadea, são muitos. Falamos da poeira enquanto caminho, da encruzilhada enquanto parte importante do destino, do tempo implacável e certeiro, do medo, das tribulações que chegam pelo simples fato de estarmos vivos e dessa necessidade de procurarmos a nós mesmos para curar as angústias. Embora nos utilizemos de metáforas, sinto que esse som é bem direto na mensagem, especialmente sobre quando aborda a necessidade de deixar o céu desabar para que a bonança possa vir. Enxergo um paralelo grande com o que vivemos hoje”. 

Na sonoridade, o vassi, padrão rítmico africano muito executado em terreiros de nação Ketu em Salvador, embala ao lado de vocais suaves, acordes expressivos de violão e notas acolhedoras de um violino comandado por Marcelo Fonseca. 

O resultado se conecta com o vídeo colaborativo protagonizado por pessoas com deficiência física, transexual, drag queen e outres mais que ilustram a estreia. “Esse foi um material idealizado com muito carinho para encurtar um pouco as distâncias entre nós, para mostrar o que outras pessoas estão fazendo pra curar nesses tempos difíceis e para que essas ações possam nos inspirar também. Ele vem como um abraço de cada um de nós que ajudou a construí-lo e como um lembrete de que não estamos sozinhos. São espelhos que criamos para nos enxergar através do outro e nos fortalecer”. 


João Cavalcanti e Lazzo Matumbi estão entre as participações especiais dessa construção imagética assinada pelo produtor executivo Luiz Moraes, roteirista Vitória Kos Orsi e diretora Beatriz Cruz, da Chá Produções. Na edição, Raquel Oyakawa. Livia Lamana e Priscila Beal são as responsáveis pela concepção de arte e fotografia. Marina Furlan soma no time de produtoras que viabilizaram a ação.

“Essa ideia veio em um momento de muitos desafios, onde o distanciamento da vida social deixava um vazio em mim muito grande. Era um momento de desesperança, ao ver a taxa de mortalidade crescendo, a crise social e política que vivemos aqui no Brasil e os casos ainda mais escancarados de racismo explodindo no mundo inteiro. Eu estava muito machucada e desacreditada mesmo sobre o amanhã. É difícil se mover quando estamos nesse lugar. Daí veio esse clipe e ver pessoas que eu não conhecia acreditando, investindo e potencializando a minha música me fez voltar a acreditar na força da arte como agente transformador. A partir desse abraço que recebi, veio a vontade de sair desse lugar de estagnação e voltar a movimentar. Devo isso à força desse coletivo que se juntou para me apoiar e sou extremamente grata a cada um deles”.

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Música

Luan Santana lança clipe cinematográfico de “MORENA”

Tempo de Leitura: 4 Minutos Curta tem direção do premiado Bruno Ilogti Um desfecho memorável é o mínimo a se esperar de uma narrativa inovadora como a que Luan Santana preparou nos últimos dias para o lançamento de sua nova música, “MORENA”. Envolvendo os fãs numa investigação sobre o roubo fictício de um colar, com […]

Leia Mais...
Música

De trabalhador durante a pandemia a fenômeno global: Tai Verdes lança “TV”, seu disco de estreia

Tempo de Leitura: 2 Minutos Com dezenas de milhões de visualizações, projeto é capitaneado pelo single “A-O-K” Pouco mais de um ano atrás, Tai Verdes era considerado um “trabalhador essencial” durante a pandemia. Batia cartão em horário comercial para ajudar que pessoas pudessem manter sua conexão com a internet. Curiosamente seria ela, a internet – […]

Leia Mais...
Música

MC Cabral lança música em homenagem a Mc Kevin

Tempo de Leitura: 1 Minuto Fã do artista que morreu em maio, o funkeiro lança o single “Sonho”, que lembra também outros nomes do funk paulista que já partiram, como Felipe Boladão, MC Duda do Marapé e MC Daleste. “O mãe eu não te escutei agora eu tô chorando, mas não chore porque aqui recebi […]

Leia Mais...
%d blogueiros gostam disto: