Imaginarium transforma Black Friday em Color Friday

Para a Imaginarium, o termo Black Friday ficou para trás. A marca, que está sempre inovando e lançando produtos para deixar a rotina mais divertida e leve, quer proporcionar ainda mais alegria por meio da Color Friday. Com uma conotação otimista, o tradicional dia de preços baixos irá exaltar as cores, trazendo leveza em um ano que foi repleto de temores e incertezas. 

Segundo o diretor da marca, Donato Ramos, repensar as estratégias de negócio constantemente é essencial para falar com o consumidor e alimentar a conexão que a Imaginarium mantém com as suas tribos. “Nossas ações buscam estar alinhadas com o contexto social que todos vivem. Sem dúvidas, 2020 tem sido um ano desafiador para todos, e nada melhor do que proporcionar alegria por meio de detalhes numa ação como essa”, reforça.

De 16 a 30 de novembro, a Color Friday da Imaginarium oferecerá descontos de até 80% em mais de 100 produtos a partir de R$9,90, tanto na loja virtual como nas lojas físicas.

Cinco perguntas mais frequentes sobre seguro viagem

O seguro viagem é importante para todas as viagens, tanto nacionais quanto internacionais. Porém, o seguro viagem ainda causa dúvidas em grande parte dos viajantes brasileiros. Muitas pessoas não sabem para que ele serve ou se é realmente necessário, e acabam deixando de lado um item que é essencial na hora de viajar. Pensando nisso, a APRIL Brasil Seguro Viagem respondeu às principais dúvidas sobre o assunto.

O seguro viagem é obrigatório?

Alguns países da União Europeia exigem que os turistas tenham um seguro viagem com cobertura mínima de € 30 mil. Estes países fazem parte do Tratado de Schengen. Além deles, Venezuela, Cuba e Equador também têm regras específicas. No entanto, mesmo não sendo obrigatório, o seguro viagem é extremamente importante. Nos Estados Unidos e Canadá, por exemplo, os sistemas de saúde são os mais caros do mundo. Isso significa que até uma gripe pode resultar em um grande prejuízo para os viajantes sem proteção.

Como escolher o valor da cobertura?

O valor com as despesas médicas e hospitalares são as principais coberturas às quais o viajante deve se atentar na hora de contratar um seguro viagem. Quanto mais cara a moeda e o sistema de saúde do destino, maior deve ser a cobertura. Na APRIL Brasil Seguro Viagem, as coberturas podem chegar a até 1 milhão. Além disso, para mulheres grávidas ou pessoas com alguma doença preexistente, é conveniente contar com uma cobertura mais robusta.

Como saber se preciso de cobertura adicional?

Muitos seguros oferecem coberturas adicionais e específicas para quem quer complementar o produto. Entre as garantias adicionais oferecidas pela APRIL Brasil Seguro Viagem, há o seguro de laptops e smartphones. É uma boa adição para quem viaja com o notebook para trabalhar, por exemplo.

Quando devo acionar o seguro?

A principal situação é a necessidade de assistência médica por acidente ou doença, inclusive doenças preexistentes. Caso o turista fique doente, o seguro irá garantir que ele seja atendido para que possa seguir com a viagem. O mesmo vale para acidentes e outras emergências, como em casos de despesas com consultas médicas, possíveis cirurgias e também despesas farmacêuticas. Além disso, o seguro pode ser acionado para outros imprevistos recorrentes em viagens, tais como atraso e cancelamento de voo, extravio de bagagem e até mesmo interrupção de viagem.

Como faço para acionar o seguro?

Na APRIL Brasil Seguro Viagem existem várias formas de acionar a assistência: pelo telefone (inclusive ligações a cobrar), WhatsApp, e-mail, usando a Assistente Virtual Margot ou o app APRIL Móvel. Os atendentes da Central de Atendimento 24 horas irão encaminhar o viajante para o local mais adequado para receber os cuidados necessários. Lembrando que a APRIL Brasil Seguro Viagem ainda oferece o Teleatendimento, com consultas remotas que oferecem mais comodidade ao segurado e rapidez no atendimento.

Bolsas Prada e Louis Vuitton vão à leilão pela metade do preço

Na próxima terça-feira (22), um leilão de bolsas da marca Prada, Louis Vuitton e Salvatore Ferragamo vão a leilão na Topo Leilões, juntamente com lotes de bebidas da Don Perignon e Johnnie Walker com valor em 50% a menos do que o mercado. Diante da pandemia, o evento será online e os lances realizados de forma digital.

“São bebidas vintage com ótima avaliação de mercado. É uma excelente oportunidade para arrematar clássicos por valores muito menores. As bolsas estão em ótimas condições e os preços também são muito atrativos”, conta Guilherme Toporoski, leiloeiro que irá conduzir a sessão.

Os interessados devem acessar o edital no site da Topo Leilões para mais informações.

Cerveja especial em casa

Dados do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), divulgados no início do ano mostraram um aumento de 36% de cervejarias em todo País, quando comparados o número de estabelecimentos abertos no ano de 2018 e 2019. Somente no ano passado, 320 novas fábricas abriram, o que significa quase uma nova cervejaria por dia. A bebida é tão popular que o governo criou a ‘Câmara da Cerveja’ para encontrar formas de aumentar a produção da bebida. Em Goiás, o crescimento médio entre 2017 e 2019 foi de 15%, colocando o Estado na 8ª posição, e o primeiro quando fugimos do eixo Sul e Sudeste. 

Em Goiânia, o público tem se tornado exigente com casas segmentadas em cervejas especiais que passaram a oferecer o growler, um garrafão feito de vidro, cerâmica ou alumínio, com fechamento em rosca ou presilha, próprio para armazenar cervejas servidas na pressão, também chamadas de “on tap” ou chopes. “Embora a venda da cerveja nesse formato seja muito comum nos estados do Sul e Sudeste, em Goiás a cultura ainda está se estabelecendo”, explica empresário Murilo Porto, que comanda a Porto Cervejaria. Ele explica que durante a pandemia, muitos estabelecimentos de Goiânia também aderiram a modalidade, o que contribuiu para impulsionar o negócio. 

A diferença básica entre as cervejas engarrafadas e as “on tap”, é que a primeira é pasteurizada, o que confere ao produto o engarrafamento automático que resulta em prazo de validade estendido. Já a segunda,  ao colocar o produto no growler através da máquinas de pressão, ela entra em contato com o ambiente e se torna mais vulnerável. “É uma cerveja fresca, para ser consumida rapidamente, em no máximo 4  dias”,  aconselha Murilo. 

A marca Oktos, representada por Murilo em Goiás, oferece nove sabores de cervejas especiais e quatro tipos de growlers: vidro, porcelana, inox e pet, que tem tamanhos que variam de um à cinco litros. A pet, fabricada de plástico, não tem custo para o cliente, já as demais variam de R$ 5 (vidro) à R$ 180 (porcelana). Localizado no Parque Amazônia, o estabelecimento tem o estilo pub inglês, onde o cliente pode degustar os sabores e levar para casa uma cerveja a que mais agrada. “Temos desde os mais comuns, como a de cevada e trigo, que são mais leves, até as frutadas, passando também pelas cervejas escuras com malte torrado ou com forte amargor”, detalha o empresário, lembrando que todos os sabores também são comercializados enlatados de fábrica para atender ao público que quer levar mais tempo para consumir. 

Entre as novidades da casa para as próximas semanas, Murilo anuncia o Ikeg, uma espécie de mini-chopeira para dez litros que pode ser alugada para incrementar uma recepção para poucas pessoas. Diferente do tradicional barril de chope, esse produto precisa ser refrigerado. “É como se eu tivesse uma chopeira em casa, é charmosa e atende um jantar para poucos casais”.  

Saiba mais 

O crescimento do número de cervejarias no país, nos últimos 20 anos, tem sido constante. A média de crescimento nesse período foi de 19,6%. Nos últimos cinco anos, esse índice foi de 36,4%. Ainda de acordo com o Mapa, em 2019 a cerveja continuou sendo a bebida mais registrada,  alcançando o número de 9.950 registros, bem à frente do segundo lugar, polpa de fruta com 2.535, e dos demais, tais como o vinho 1.676, a bebida alcoólica mista 1.251, suco 1.094 e cachaça com 857. 

Em 2017 foram 5 mil novos registros, em 2018 o número chegou perto de 6 mil e 700. Em 2019 atingiu-se a marca de 27.329 registros de cerveja válidos em todo o país em uma média de aproximadamente 22 registros de produto por cervejaria. Apenas em Goiás, em 2019, foram 80 produtos registrados. 

Sexlog e Valesca Popozuda levam o motel para sua casa no Dia do Sexo

Dia do Sexo no próximo domingo (6), vai ter comemoração especial esse ano. Já que a quarentena está aí, o Sexlog preparou uma ação que vai esquentar ainda mais a data com muita diversão e levar o clima sensual para a casa das pessoas com um kit motel completo. A promoção “Dia do Sexo Sua Transa Garantida”, ainda  conta com a participação da funkeira Valesca Popozuda.

Prêmios que vão esquentar o clima

Para o Sexlog, não importa se você é solteiro ou casado, o que importa é não deixar de comemorar! Por isso, o kit motel vem completinho para você se divertir em casa, entre os brindes estão: uma boneca ou boneco inflável para curtir sozinho ou a dois, jogo de cama de cetim roxo que dá aquele toque sensual ao momento, calcinha e cueca personalizados do Sexlog, vibrador (para ele e para ela), drink, chocolates, chinelos, lubrificantes e toalhas. E, como a gente sabe que transar dá fome, vai rolar também um vale-compras do iFood.

O regulamento

Qualquer pessoa maior de 18 anos pode se inscrever na promoção, que estará disponível entre 24 de agosto e 7 de setembro. Serão três ganhadores, separados por tipos de perfil: casal, solteiro e solteira.

Para participar e conferir o regulamento na íntegra, basta acessar o Site e responder à pergunta: “Qual rede social garante sua transa no dia do sexo?”. Quem não tem cadastro no site ainda, poderá realizá-lo rapidamente e sem custo e confirmar a assinatura por meio do e-mail.

Os vencedores serão escolhidos por um sorteio eletrônico, no dia 9 de setembro, às 18 horas e 30 minutos, durante uma livecam realizada no perfil Equipe Sexlog, dentro do próprio Site. O resultado também será divulgado no dia seguinte no próprio perfil do Sexlog e nas redes sociais.

É importante lembrar que só serão considerados os participantes que atenderem a todos os requisitos. Os ganhadores serão avisados por e-mail ou mensagem no perfil e o envio do kit será por Correios e combinado individualmente.

Atividades ao ar livre devem ser feitas longe de aglomerações

A prática de atividades físicas foi uma das questões afetadas durante o isolamento social recomendado em razão da pandemia do novo coronavírus. Academias foram fechadas e, sem poder sair, os exercícios dentro de casa foram estimulados. No entanto, nem todos se acostumaram com esse modo de se exercitar e muitos abandonaram e passaram a fazer exercícios ao ar livre. Diante dessa realidade, a Organização Mundial da Saúde (OMS) editou um documento sobre como se manter ativo durante a crise sanitária, no qual recomendou passeios a pé ou de bicicleta, mas sem desrespeitar o distanciamento físico para evitar a propagação do vírus. 

É também no que acredita o educador físico, Renan Pimenta. Ele explica que mesmo em locais abertos as atividades físicas devem ser realizadas sem aglomeração e com o uso de máscaras. “O ideal é buscar pontos com menor movimento e fuja dos horários de pico, concentrados no início da manhã e da noite. Também é importante reduzir o tempo de exercícios, os órgãos de saúde recomendam no máximo 30 minutos e com uma atividade leve, pois além de evitar uma maior transpiração, preserva a imunidade”, ressalta.

Benefícios

A prática regular de atividade física é capaz de melhorar a circulação sanguínea, fortalecer o sistema imunológico, ajudar a emagrecer, diminuir o risco de doenças cardíacas, diabetes, osteoporose e fibromialgia, melhora a qualidade do sono, o humor, o condicionamento muscular e cardiorrespiratório, aumenta a auto-estima e a expectativa de vida, entre vários outros benefícios. 

O cardiologista Vinícius Marques, que possui um consultório no centro clínico do Órion Complex, em Goiânia, reforça que os exercícios regulares, realizados pelo menos três vezes na semana de 30 a 60 minutos, podem fortalecer a imunidade, importante nesse momento de pandemia. “A atividade física estimula a produção de linfócitos, que são células que combatem vírus, bactérias e células cancerígenas”, salienta. O médico explica ainda que os exercícios ajudam no bem-estar mental. “Reduz hormônios como adrenalina, noradrenalina e cortisol, que afetam a ansiedade e a autoestima podem causar depressão”, revela.

Julia Almeida-Bailey e Associação Brasileira de Epilepsia promovem encontro virtual sobre Reiki e saúde mental

Dando continuidade à série de conteúdos, na próxima quarta-feira (19), é divulgado um vídeo que traz uma conversa entre a embaixadora da Associação Brasileira de Epilepsia, e Rita Leila Araújo, reikiana e terapeuta holística de Julia, além do Dr. Lécio Figueira, neurologista especialista em epilepsia e vice-presidente da ABE.

“Papo com Julia Almeida-Bailey” objetiva promover qualidade de vida e aumentar os cuidados com a saúde mental, e a atriz e empresária traz temas, dicas e convidados diferentes a cada mês, utilizando o conhecimento como principal ferramenta para combater o preconceito acerca da doença.

O segundo episódio vai tratar sobre o “Reiki”, uma terapia holística complementar a diversos tratamentos de saúde, como a epilepsia. Nela, os participantes utilizam a imposição das mãos para enviar energia vital a quem necessita. Outras três pessoas foram convidadas para participar do Papo e tirar dúvidas comuns sobre a técnica e seus benefícios.

“É fato que nada substitui a medicina tradicional no tratamento da epilepsia, mas qualquer técnica alternativa que seja legalmente utilizada para melhorar a saúde mental, física e, consequentemente, a qualidade de vida, é válida! O Reiki é uma prática poderosa e com certeza tem muito a contribuir. O Papo com Julia Almeida-Bailey é um reforço enorme para seguirmos na luta e desmitificar a doença cada vez mais”, finaliza Maria Alice Susemihl, presidente da ABE.

Serviço
Papo com Julia Almeida-Bailey
Episódio 2: Reiki
Dia: 19 de agosto de 2020
Horário: às 19 horas
Local: facebook.com/AssociacaoBrasileiradeEpilepsia