Tempo de Leitura: 1 Minuto

O Projeto Acender (https://www.acender.pro) foi criado para ajudar a manter e fomentar o esporte no Brasil. Para profissionalizar o esporte brasileiro, a iniciativa utiliza uma plataforma de captação de recursos que recebe doações a partir de R$ 50,00 mensais. Qualquer pessoa interessada em colaborar com atletas de diversas modalidades pode entrar no site e doar o valor desejado.

A iniciativa pretende dar apoio financeiro a atletas e institutos, além de oferecer suporte educativo para que os esportistas consigam profissionalizar o seu conhecimento e tornar o esporte a sua profissão. “A nossa intenção é permitir que os atletas brasileiros tenham o suporte necessário para desempenhar o seu potencial dentro das competições e conseguir viver da sua modalidade”, explica Rodrigo Sassi, idealizador do projeto.

O Acender nasceu depois que Rodrigo Sassi, empreendedor digital e atleta vice-campeão sul-americano de jiu-jitsu, aos 16 anos, percebeu que muitos esportistas não conseguiam se manter no esporte por falta de recursos. “Isso sempre me incomodou muito, principalmente, quando encontrava atletas excepcionais, futuros grandes campeões, abandonando o esporte por não ter condições financeiras e de infraestrutura para seguir na modalidade”, revela Rodrigo.

A missão do projeto é conseguir criar um ambiente que permita o desenvolvimento profissional e pessoal de atletas, entregando condições de treinos ideais e recursos financeiros para dedicação exclusiva ao esporte. Para atingir esse objetivo, conta com uma rede de parceiros e equipe multidisciplinar que o apoiará os atletas com atenção à saúdeformação acadêmica (para os mais jovens) e infraestrutura de treinamento, tudo isso a partir de doações e patrocínios.

Com o crowdfunding, o projeto deseja suprir as necessidades dos três pilares da profissionalização: financeiroindividual (cuidados com a saúde física e mental) e esportivo (materiais e melhores centros de treinamento). Os recursos pretendem manter projetos existentes em todo o país, como é o caso das instituições Sensei Divino e Judô Taboão, que juntas atendem mais de 700 crianças, além de atletas individuais.

Atualmente, o Acender atende atletas de MMA, hipismo, pentatlo moderno e judô e conta com o apoio e incentivo de grandes atletas, como o judoca medalhista olímpico Rafael “Baby” Silva e as empresas Jet, Braspag, Cielo e Inpyx.

Autor

Share.

Andrezza Barros (Niterói, 21 de abril de 1995) é uma jornalista, colunista e entrevistadora do entretenimento.

Leave A Reply

%d blogueiros gostam disto: