Tempo de Leitura: 2 Minutos

Precursor do Trap Funk, com inúmeros hits e parcerias de sucesso, o produtor WC no Beat retorna ao trap e ao rap com a música inédita “Na Onda do Gin”, com as participações dos nomes em ascensão na cena Igão, Kyan e Yunk Vino. Marcando sua segunda produção de drill – gênero derivado do trap, que traz temas mais sombrios envolvidos por graves que oscilam –, a canção estreia acompanhada de clipe que transmite a atmosfera de ostentação e sensualidade da música.

WC no Beat falou sobre como surgiu a parceria e os novos caminhos que a canção explora em sua carreira: “É a minha segunda produção de drill e estou gostando muito de caminhar nesses novos ares. Trouxe três artistas, todos de São Paulo: o Igão, que está se aventurando nessa onda de ser MC, e ele fez a conexão com o Yunk Vino e Kyan nesse som. Eles chegaram pesado também com a caneta. Não perdemos tempo e gravamos logo o clipe, que ficou sensacional”, conta. “É a minha volta pro trap, pro rap. Estou muito feliz com isso, de poder, além do trap funk, que eu amo, voltar a produzir trap, as músicas que batem nas pistas e trazendo mais um lado diferente do WC no Beat. Acredito que a galera vai curtir muito esse som”.

Igão, que apresenta o podcast mais escutado do país, o PODPAH, contou sobre sua participação e a concepção da música: “Foi uma experiência de muita energia. A gente ficou no estúdio até de madrugada em produção. O refrão foi o primeiro a sair e aí começamos a canetar a música. No mesmo dia, já gravamos as vozes, ficamos super empenhados, e o WC fez o beat”, explica. “Assim que eu estava colocando a voz e vendo a música ficar pronta, senti que seria algo diferente do que eu já tinha feito até o momento. Desde então, estou na ansiedade para soltar esse som. Kyan e Vino escutaram e quiseram colar também. A música ficou muito boa!”, completa.

O diretor Gabe Gomez, da Clã Filmes, explica o conceito do clipe: “Desde que escutei a música, fiquei extremamente entusiasmado com a ideia de produzir um videoclipe de uma produção musical do WC. Trouxe as características do trap para criar um clipe dinâmico, com personagens legais, descolados, bem-sucedidos, mas com cenas diversas e com diferentes moods para criar um ambiente e conceito para cada uma das participações, trazendo o estilo de cada um. Além disso, filmamos cenas divertidas, onde cada artista pôde contribuir com a sua identidade para culminar em um clipe irado. Foi incrível dirigir cada um dos artistas, cada um com um talento imensurável”.

WC no Beat ganhou as manchetes em 2020, com o lançamento de “GRIFF”, seu segundo álbum de estúdio, que estreou com 4 faixas no Top 200 do Spotify. Isso porque o disco tinha mais de 30 participações especiais, entre Anitta, Ludmilla, Pedro Sampaio, Dilsinho, MC Rebecca, Kevin O Chris, entre outros. Ele faz parte do selo Medellin Records, o mesmo de nomes como IGOR, MC TH, Hyperanhas, Felp 22, entre outros.

Autor

Share.

Andrezza Barros (Niterói, 21 de abril de 1995) é uma jornalista, colunista e entrevistadora do entretenimento.

Leave A Reply

%d blogueiros gostam disto: