Cinco lugares da Ilha da Madeira para conferir vistas de tirar o fôlego

Ponta do Pargo | Divulgação/Francisco Correia

A Ilha da Madeira, situada em meio ao oceano Atlântico, volta a receber turistas em 1º de julho. Embora seja relativamente pequena, com uma área de 741 quilômetros quadrados, seu território é montanhoso e atinge grandes altitudes, o que significa que há diversos pontos para apreciar suas paisagens inesquecíveis, com vistas para o mar, para a cidade, para as montanhas ou para a floresta.

As atividades ao ar livre sempre foram os pontos fortes deste destino português, e devem ganhar ainda mais força durante a retomada do turismo. Por isso, confira abaixo cinco mirantes para apreciar as belezas da Madeira.

Cabo Girão

Divulgação/Greg Snell

Talvez o mais famoso mirante de todo o destino, e com razão: ele não apenas está sobre uma parede rochosa de 580 metros debruçada sobre o mar, como também conta com uma passarela suspensa de vidro, conhecida como skywalk, que é de tirar o fôlego. De lá, os turistas conseguem conferir o oceano e Funchal, a capital da Madeira.

Farol da Ponta do Pargo

Divulgação/Francisco Correia

Enquanto o Cabo Girão fica no lado sul da ilha, o Farol da Ponta do Pargo está na ponta oeste, onde a paisagem do mar é mais selvagem. O farol em si tem 98 anos, e seu mirante fica a 312 metros de altitude. Este é o mirante perfeito para visitar no final da tarde e assistir ao sol se pôr no mar: um verdadeiro espetáculo de cores da natureza!

Pico do Areeiro

Divulgação

Diferente dos dois anteriores, este mirante fica no interior da ilha. Além disso, é bem mais alto, com 1.818 metros de altitude. É o segundo pico mais alto da Madeira, de onde é possível apreciar o cenário do maciço central do destino. Em alguns dias, os visitantes se sentem literalmente no céu, já que é possível ver as nuvens por cima.

Pico dos Barcelos

Divulgação/Francisco Corria

Situado em meio à cidade de Funchal, o Pico dos Barcelos garante uma vista diferente dos anteriores. De lá, é possível observar toda a Baía do Funchal e, nos dias mais claros, os visitantes conseguem ver até mesmo as Ilhas Desertas, conjunto de ilhas desabitadas que fazem parte do arquipélago. As grandes vantagens do Pico dos Barcelos são a localização de fácil acesso e a impressionante visão de 360 graus.

Ponta do Rosto

Divulgação

Encerrando a lista, temos Ponta do Rosto, que fica no extremo leste da Madeira. Este ponto permite observar tanto a costa norte quanto a costa sul da ilha e, em dias de sol, os turistas enxergam Porto Santo, a outra ilha habitada do arquipélago que guarda belas praias de areia dourada. Vale a pena conferir o contraste entre o mar do norte, com ondas mais agitadas, e o mar do sul, que é bastante pacífico.

Sua viagem pós pandemia já está decidida? Veja o que já é possível adiantar

*Por Viajanet

Crédito: Pixabay

Ficar o tempo todo em casa por causa da quarentena acabou por alimentar aquele desejo quase incontrolável de viajar e se soltar em algum local encantador e charmoso quando a pandemia passar. Se você já decidiu para onde viajar, então aproveite o período de reclusão para adiantar seus planos para essa viagem que, com certeza, também vai celebrar o fim do isolamento.

Em primeiro lugar, vai ser preciso ficar de olho na atuação das companhias aéreas e ir se atualizando a respeito de como o lugar escolhido para visitar está enfrentando a pandemia. Esse conhecimento pode ajudar a prever se eventualmente a região ou o país não estará sujeito a uma nova onda de contaminação ou mesmo se a atual foi totalmente debelada. Afinal, o fato de as autoridades liberarem o turismo não significa que necessariamente o problema foi solucionado.

Com relação às companhias aéreas, a redução drástica de voos é quase geral, mas as vendas de passagens para o segundo semestre continuam. Por isso, é bom ficar sempre atento a retomada das atividades delas. Pode ser que, num primeiro momento, a sintonia fina entre oferta e demanda não fique totalmente ajustada e provoque alguns transtornos que podem comprometer sua estada no destino.

Se o local escolhido é no exterior, uma questão é fundamental: o dólar. A moeda americana está acima de R$ 5 e o retorno para níveis mais baixos não é certo. A tradicional empresa de serviços financeiros Morgan Stanley diz que há possibilidade de ele chegar a R$ 6, o que eleva em muito os custos de uma viagem para terras estrangeiras. O melhor, então, é entrar no modo economia máxima para conseguir viajar.

Antes mesmo de procurar fazer reservas de hospedagem, procure se informar a respeito dos documentos exigidos para entrar no país. Justamente por causa da pandemia do novo coronavírus, países podem começar a fazer novas exigências sanitárias. Por exemplo, manter a proibição de passageiros com febre entrarem no país, ou de quem apresentar algum sintoma parecido com os causados pelo vírus, como tosse e dores. O uso de máscara também poderá ser exigido.

Fazer o roteiro da viagem em detalhes não só pode ajudar a economizar como também é um ótimo passatempo durante a pandemia. Saber exatamente quais são os locais que pretende visitar, os motivos e o que pretende encontrar por lá ajudam na elaboração deste guia. Ter uma boa ideia dos preços médios de refeição, transporte e dos ingressos com certeza ajuda no planejamento financeiro e evita perda de tempo. Vale também avaliar o tipo de transporte que vai utilizar no seu destino: público, aluguel de carro ou Uber.

O mesmo vale para as acomodações. Em tempos de dólar nas alturas, um hostel ou mesmo alugar um apartamento podem ser opções. Muitos oferecem quartos privados com banheiros e não se diferem muito de um hotel. Claro que tudo depende de seu orçamento. Com todos os possíveis gastos no radar, você pode ajustar o tempo de permanência no local. Os pacotes de viagem também são uma possibilidade mais em conta, por isso, comece desde já a conferir na internet ofertas para o seu destino.

Enquanto ainda não é possível fazer as malas e pôr o pé na estrada, embarque em uma viagem virtual para esse local, conhecendo pela internet mais da cultura local, culinária, sabores, música, literatura, história, curiosidades e aspectos pitorescos. Enfim, tudo o que for possível. E boa viagem!

Indústria do turismo reabre na República Dominicana em julho

Divulgação

O Ministério de Turismo da República Dominicana – MITUR – informou que o destino já está preparado para receber seus visitantes internacionais a partir de 1º de julho. A data é prevista para o início da Fase 4 do processo de remoção das medidas anunciadas pela Comissão de Alto Nível para Prevenção e Controle de Coronavírus, que contempla a aplicação de protocolos especiais de salubridade, executados para ampliar as precauções sanitárias e prevenir novos contágios.

“A partir de 1º de julho, a indústria turística dominicana está pronta para começar a receber seus viajantes de maneira responsável e acatando a todas as recomendações dos órgãos nacionais e internacionais sobre higiene, sanitização e distanciamento social”, aponta Francisco Javier García, Ministro do Turismo.

“Desde o momento do desembarque dos turistas em nosso país, as medidas implementadas irão garantir uma experiência segura e prazerosa para que possam desfrutar dos atrativos que fazem da República Dominicana o principal destino do Caribe”, completa.

De acordo com o MITUR, a maioria dos hotéis irão operar com normalidade a partir da data de reabertura e diferentes entidades governamentais têm trabalhado em conjunto com as empresas privadas para desenvolver medidas rigorosas de segurança e higiene que garantam a saúde de residentes e turistas.

O órgão também anunciou que os protocolos de segurança da indústria turística já estão prontos, aprovados por entidades públicas correspondentes, e possuem características similares àquelas estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde – OMS – para atestar que o setor dominicano continua sendo uma referência de segurança sanitária na região.

Dica de hospedagem: Txai Resort Itacaré oferece reservas com benefícios exclusivos e passeio guiado pela Cachoeira do Tijuípe

Divulgação

Atualmente, tudo tem começado a “normalizar”, assim como o turismo que vem retomando suas atividades. Contando com esse feito o Txai Resort Itacaré criou o Gift Stay – proposta que pode ser adquirida agora e usada na alta temporada, inclusive.

Como funciona?

Ao adquirir uma reserva até o dia 1 de agosto de 2020, o benefício poderá ser usado até 31 de março de 2021. Ainda mais, terá incluso uma moqueca baiana à escolha para duas pessoas de peixe ou banana da terra – opção vegana. Além de um passeio guiado para a Cachoeira do Tijuípe, upgrade de uma categoria com limitação ao bangalô luxo e late check-out garantido até às 14 horas.

A diária do Gift Stay sai em um valor a partir de R$1650,00 + taxas com café da manhã cortesia para duas pessoas. E os benefícios não param por aí. Reservando quatro noites o hóspede leva a quinta diária de presente.

Para evitar a proliferação da doença, o Txai Resort Itacaré adotou medidas máximas de segurança de acordo com as orientações do Ministério da Saúde. Os clientes são prontamente informados de todas as novidades e as novas medidas estão disponíveis para conferência clicando aqui.

Entre as atrações, destaque para as seis piscinas, dois bares, cardio fitness, sala de jogos, quadras de tênis e dois restaurantes. Nos ambientes internos, os espaços amplos prevalecem e os bangalôs oferecem conforto necessário para um isolamento tranquilo.

A gastronomia dos restaurantes Orixá e Praia prezam pelo resgate da cultura baiana combinando com a ousadia de técnicas internacionais e ingredientes frescos como cacau, o coco, o cajá, o cupuaçu, a graviola, o dendê e os frutos do mar, sempre valorizando os pequenos produtores.

Informações e reservas

Telefone: (11) 3040-5010 / (73) 2101-5000

Email: central.reservas@txairesorts.com e www.txairesorts.com

Costa Cruzeiros lança a campanha digital “Férias que sentimos saudades”

Divulgação

A Costa Cruzeiros anuncia a campanha publicitária online “Férias que sentimos saudades” em todos seus canais digitais. A nova campanha é uma viagem à memória dos clientes, uma vez que remete ao antigo e famoso slogan italiano da Costa – “la vacanza che ci manca”.

Os comerciais antigos retratavam, com humor, a dificuldade de se ajustar à rotina diária depois de férias a bordo de um navio da Costa. A nova campanha utiliza novamente o conceito, mas adaptando e transformando a ideia em uma mensagem de recuperação e otimismo para o setor de cruzeiros e o turismo como um todo, que está paralisado desde março.

De fato, nos últimos dois meses, a Costa Cruzeiros recebeu muitas fotos, comentários e mensagens de seus hóspedes, ansiosos para embarcar novamente. Por esse motivo, a companhia decidiu lançar oficialmente uma coletânea desses momentos preciosos a bordo de seus cruzeiros em uma campanha internacional usando as mídias sociais e os canais da Costa e, ao mesmo tempo, inspirando blogs de cruzeiros e as várias comunidades amantes da marca. 

A resposta foi impressionante, mais de 6.000 contribuições foram enviadas, destacando a vida a bordo, a alegria de descobrir novos destinos e a beleza do pôr do sol em alto-mar. Essas imagens compõem a parte visual da nova campanha publicitária. Essa abordagem, com base no conteúdo gerado pelo próprio usuário, visa transmitir uma mensagem de otimismo e expressar o desejo compartilhado de começar a navegar novamente e – de maneira mais geral – curar esse sentimento da falta de viajar.

O vice-presidente de Marketing Global da Costa Cruzeiros, Francesco Muglia, explica, “Como uma das principais marcas do turismo mundial, decidimos que nossa nova campanha, que também é uma plataforma de comunicação, deveria refletir uma mensagem otimista e positiva sobre o renascimento do setor e contar com o envolvimento de nosso parceiro-chave: nossos hóspedes. É uma maneira de compartilhar esses sentimentos especiais que experimentamos juntos e demonstrar que estamos todos ansiosos para desfrutar novamente”. 

O vídeo da campanha é uma mistura dos conteúdos gerados pelos próprios usuários. A narração feminina explica que não irá demorar muito para que o hóspede Costa experimente sentimentos e momentos como os mostrados na tela, e que dessa vez eles serão ainda mais memoráveis.

O slogan “Férias que sentimos saudades” está vinculada as hashtags #CRUISINGSOON, #RIPARTIAMOINSIEME e #RECOMECAMOSJUNTOS, usadas pela Costa nas mídias sociais desde março. O vídeo foi desenvolvido pela agência italiana DUDE. 

Além do vídeo, lançado em todos os canais, o site da empresa (https://www.costacruzeiros.com/ferias-que-sentimos-saudades.html) ganha um espaço onde serão incluídas as imagens e mensagens dos hóspedes. Os canais de mídia social continuarão adicionando os conteúdos enviados pelos usuários.

O que os especialistas em viagens sugerem para retomada do turismo pós Covid-19?

O “Papo com Agente”, projeto quinzenal da Abav-SP e Aviesp, receberá na próxima segunda-feira, às 16 horas, em live no Youtube (link), Roberto Haro Nedelciu, presidente da Braztoa, e Valter Patriani, presidente da construtora Patriani para falar do tema “O que os especialistas em viagens sugerem para retomada do turismo pós covid-19”. O evento será ministrado por Fernando Santos e Marcos Lucas, respectivamente, presidentes da Abav-SP e Aviesp.  

O presidente da Abav-SP, Fernando Santos diz que o objetivo do programa é reunir diversos assuntos com renomados convidados para auxiliar o segmento nesse momento de incertezas. “Pensamos em trazer temáticas que apresentem algumas reflexões sobre as consequências da pandemia para o setor turístico, as perspectivas para o futuro, orientações e inovações”, ressalta.

Marcos lucas, presidente da Aviesp comenta que é possível perceber que essa crise mostrou a valorização da categoria. “Por isso, estamos focados em oferecer lives com especialistas que apresentem insights importantes para as agências de viagens para uma retomada de sucesso pós covid-19”.

O convidado Roberto Haro Nedelciu contém um currículo vasto. O palestrante já trabalhou em uma empresa automotiva multinacional, no departamento de Tecnologia da Informação, viajou para mais de 80 países, é engenheiro industrial mecânico, com MBA em Gestão Empresarial na Fundação Getúlio Vargas – FGV -, além de sócio da Raidho Viagens. O profissional foi também diretor de Tecnologia e vice-presidente da Braztoa – 2015 – 2019-, e atualmente, ocupa o cargo de presidência do Conselho de Administração da entidade para o biênio 2019/2021.

“Agradeço o convite e fico muito feliz em fazer parte deste projeto. Tenho a certeza de que será um bate-papo muito rico e que aproximará ainda mais os agentes de viagens de todo trabalho que está sendo desenvolvido pela Braztoa e pelo setor em prol do turismo e desses profissionais, que são de suma importância para a retomada das viagens”, comenta Nedelciu.

O presidente Valter Patriani, que possui 44 anos de experiência no turismo e já prestou serviços em grandes organizações como a Varig, MB Turismo e a CVC, apresentará dicas para os profissionais turísticos com base em toda sua trajetória.  

“Participar deste bate-papo é um orgulho. Deixei o turismo realizado profissionalmente e financeiramente. Só tenho a agradecer os agentes de viagens que sempre me ajudaram vendendo nossos pacotes e permitindo o crescimento impressionante da CVC. Agora, sinto que tenho que devolver todo o apoio que recebi por décadas passando experiência, caminhos e orientações neste momento tão difícil pós Covid”, declara Patriani.

Viagens pós-pandemia: quais são as tendências?

Foto: Pixabay

O mundo tem mudado em diversos sentidos e o turismo é um deles. Com restrições de entrada em muitos países, novas regras sanitárias em aviões e hotéis, e a necessidade de ficar em casa, as pessoas que amam conhecer novos lugares estão se perguntando como será embarcar em uma nova aventura.

O novo cenário do turismo ainda está se desenhando e há várias incertezas. No entanto, algumas tendências já podem ser observadas. Confira as percepções da agência Abreu, especialista em levar turistas para os melhores destinos ao redor do globo.

As viagens nacionais voltam primeiro


Segundo a Abreu, os turistas estão se mostrando mais confortáveis em planejar viagens pelo Brasil neste primeiro momento. Os motivos vão além da economia e instabilidade das moedas estrangeiras. As opções domésticas são vistas também como mais seguras, por haver a possibilidade de se deslocar de carro até o destino ou em um voo curto.

Formas diferentes de viajar


Outras formas de viajar surgirão ou ganharão destaque. As viagens para pequenos grupos de pessoas conhecidas, como amigos ou familiares, por exemplo, são uma das apostas da Abreu, que lançou o programa “Europa com Amigos”. São viagens privativas para grupos de 4 a 11 pessoas, que contam com saídas diárias e disponibilizam um motorista e guia Abreu e traslados em minivans. Os roteiros que privilegiam um ritmo de viagem mais lento também terão ainda mais força neste período.

Atenção às possibilidades de cancelamento


Os turistas costumavam ter mais certezas a respeito de suas viagens. Hoje, o fechamento de fronteiras internacionais e a necessidade de cancelar as aventuras criou uma nova consciência nos viajantes, que ficarão muito mais atentos às condições de cancelamento oferecidas em reservas de passagens, hospedagem, passeios, entre outros. A Abreu também aposta nessa tendência e já tem flexibilizado suas regras.

Tênis Mizuno Atoms Masculino

Álcool Gel Higienizador Fiorucci

Preocupação com higiene e saúde


Se, anteriormente, as pessoas analisavam o conforto, localização e café da manhã oferecido pelo hotéis, além de bagagem permitida pelas companhias aéreas e o tempo de conexão nos aeroportos. Agora os passageiros estarão atentos aos cuidados das empresas de turismo com a higienização de espaço e protocolos sanitários adotados. Neste sentido, muitas empresas e destinos têm criado certificações de qualidade para atestar a segurança de seus ambientes. A Abreu já conta com o selo Clean & Safe, do Turismo de Portugal, seu país de origem, e vai trabalhar apenas com fornecedores que cumpram com essas regras, atualizando seus colaboradores e parceiros à medida que novas alterações sejam impostas.

Alentejo está entre os 20 destinos mais seguros da Europa

Torre de Palma | Alentejo | Divulgação

O Alentejo, maior região de Portugal, foi reconhecido como um dos destinos mais seguros de toda a Europa pelo European Best Destinations, um dos maiores sites especializados em turismo europeu do mundo. A lista divulgada pelo portal conta com 20 destinos de 13 países diferentes.

European Best Destinations destacou que Portugal foi relativamente poupado do novo coronavírus, com até 40 vezes menos pessoas infectadas que qualquer outro lugar da Europa. Para completar, o Alentejo foi ainda menos afetado, tendo apresentado menos de 1% do total de casos no país.

A região atrai viajantes que buscam simplicidade e uma natureza intocada. Entre suas principais atrações estão cidades e vilas históricas como Évora, Elvas, Monsaraz e Marvão, um belíssimo litoral banhado pelo Oceano Atlântico, e algumas das melhores vinícolas do país. É um lugar que não recebe multidões de turistas, o que também facilita manter o distanciamento social.

Monitor Gamer Curvo Full Hd Samsung Led

Smart Tv Led 58″ Philips

O Alentejo voltará a receber turistas em 1º de julho, sem exigência de quarentena. Os estabelecimentos seguirão protocolos específicos de higiene, seja em hotéis, restaurantes ou lojas.

Além de avaliar os protocolos sanitários adotados pelos destinos, o European Best Destinations analisou também a proximidade de hospitais e disponibilidade de leitos por habitante de cada destino para o desenvolvimento da lista.

Confira os 20 destinos selecionados aqui (em inglês): https://www.europeanbestdestinations.com/best-of-europe/coronavirus-safest-holiday-destinations/.