Tempo de Leitura: 1 Minuto

O apreço por motocicletas não é novidade para quem acompanha o ator brasileiro nas redes sociais. Bruno faz questão de mostrar o processo de customização das suas duas aquisições preferidas: uma Triumph e outra Harley Davidson, denominadas carinhosamente de “Angel” e “Nega”, respectivamente. Flávio Trevizan, o Vovô do Grau, não fica atrás, ao nomear sua moto Kawasaki Ninja 400 ele fez uma homenagem.

“A minha se chama Bernadete. Nome da minha sogra. Só digo uma coisa sobre esse brinquedinho: Canhão que da pau nas mil”, disse Flávio Trevizan, o Vovô do Grau.

Confira a história de sucesso de Flávio Trevizan, o Vovô do Grau

As lojas criadas pelo empresário Flávio Trevizan, são sinônimo de sucesso no Brasil inteiro. Um local que é ponto de encontro para os apaixonados por motos. Ele começou o negócio há 28 anos atrás e sempre está inovando de acordo com as novidades do mercado. Lá eles recebem de motoboys a pilotos profissionais, e tratam todos com a mesma qualidade. Afinal, são todos apaixonados pela mesma coisa.

Decidir abrir uma empresa não é uma coisa fácil para ninguém. Mas com certeza para Flávio não foi uma decisão tão complexa. Apaixonado por moto desde criança, nunca teve dúvidas de que iria fazer de sua paixão sua profissão.

Aos 13 anos comprou sua primeira moto e aos 14 já praticava ‘wheeling’, empinando a moto sob uma roda. E não levou muito tempo para entrar no circuito profissional do esporte. Aos 18, Flávio já competia pelo Brasil inteiro em campeonatos oficiais, como profissional de ‘wheeling’.

Então era óbvio que ao escolher uma profissão a moto estaria envolvida. Na década de 90 ele já mexia em motos na garagem de sua casa e quando cresceu decidiu que era com elas que queria trabalhar e abriu a ‘Flávio Motos’.

Share.

Leave A Reply

%d blogueiros gostam disto: