Ivan Baron vem ganhando a internet de forma educativa e bem-humorada

Nascido no Rio Grande do Norte, Ivan Baron, de 23 anos, tem levado sua voz para todo o Brasil. Ainda criança, com apenas 3 anos, ele foi acometido por uma grave infecção alimentar que deixou sequelas: a Paralisia Cerebral, ocasionando deficiência física e mobilidade reduzida. Em contrapartida ao esperado, a condição não limitou o potiguar, que seguiu conquistando seu espaço e levantando a bandeira da representatividade. Hoje com cerca de 60 mil seguidores no Instagram e mais de 120 mil no Tiktok, já palestrou em diversas escolas e, mesmo que não fosse seu objetivo a princípio, tornou- se conhecido como o “influenciador da inclusão”.

O que te levou a criar o Instagram e TikTok que fala sobre a  importância de combater o capacitismo e naturalizar o destaque de Pessoas com Deficiência em todos os ambientes?

Ivan: O objetivo principal foi tentar levar representatividade e como consequência informação sobre nós para as demais pessoas.

Você acha que ser um influenciador da inclusão tem incentivado a sociedade a saber mais sobre quem tem deficiência? Talvez ajudar a diminuir o preconceito?

Ivan: Com certeza, acredito que a maior causa do preconceito seja a falta de informação e o meu trabalho de acessibilizar a chegada desse conteúdo “ilumina” as pessoas sobre. 

Para o público que não o conhece, quem é Ivan Baron?

Ivan: Um rapaz tímido, mas ao mesmo tempo aquele que adora se posicionar, dar sua opinião, claro, com todo cuidado possível para não distanciar ninguém, e sim incluir.

Quais foram as maiores dificuldades que você já passou através do capacitismo?

Ivan: Com certeza a negação de oportunidades e falta de visibilidade para o meu trabalho apenas por eu ter uma deficiência.

Como você reage ao Capacitismo Recreativo?

Ivan: Primeiro fico mega zangado, é muito errado usar de deficiências para fazer piadas. Depois eu tento mudar o rumo da historia e fazer com que TODOS riem juntos.

Qual a sua opinião sobre essa separação nas escolas de pessoas que se denominam “normais” das com  deficiências?

Ivan: Sou totalmente contra, não existe ninguém normal, esse conceito deve ser totalmente descartado. É graças as “Escolas Inclusivas” que muita criança com deficiência pode desenvolver suas habilidades cognitivas e sociais, além de garantir uma verdadeira diversidade no ambiente escolar.

Qual o seu maior sonho com essa influência que você vem tendo? 

Ivan: Ser reconhecido e influenciar cada vez mais as pessoas serem menos capacitistas, e mais inclusivas na sociedade.

Deixe uma mensagem.

Ivan: Consumam conteúdos de pessoas com deficiência, NADA SOBRE NÓS SEM NÓS!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s