Diretor da escola Luminova, Luiz Magalhães conta como está sendo a preparação da instituição para o ENEM 2021

Luiz Magalhães é diretor acadêmico da escola Luminova | Foto: Kátia Ribeiro de Souza

O Ministério da Educação anunciou no dia 8 de julho novas datas para o ENEM, previstas para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Apesar disto, ainda existe uma certa preocupação sobre o aproveitamento com os alunos que tem realizado aulas a distância por conta da pandemia do novo coronavírus.

A escola Luminova, rede do Grupo SEB, tem realizado revisão de todo o conteúdo do Ensino Médio para os alunos do 3° ano, realizando até mesmo palestras de orientação profissional. Além de “aulões” e entre outros métodos tomados pela instituição para tentar ajudar estes jovens neste momento tão difícil.

Contando com isto, entrevistamos o diretor acadêmico da escola Luminova, Luiz Magalhães para contar um pouco como tem sido este projeto, entre outros. Confira:

A escola Luminova tem procurado orientar os alunos para o ENEM que será realizado nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Como tem sido essa preparação?

“Na Luminova, o segundo semestre da terceira série do Ensino Médio é reservado para revisão interdisciplinar de todo o conteúdo explorado durante os dois anos e meio do curso, focada em exercícios do ENEM. Assim, os nossos alunos fazem o exame com todo o conteúdo do Ensino Médio estudado duas vezes. Há aplicação de Simulados das provas levando em conta a quantidade de questões, tempo de prova e correção, que dá a previsão de pontos que o aluno terá na prova, onde precisa se aprimorar para o curso desejado, etc. Nos finais de semana anteriores às datas do exame temos os “aulões”, que são festivais de aulas que duram o dia todo, com momentos de entretenimento e revisão dos assuntos que podem cair na prova”.

Por conta da pandemia, acreditam que as escolas estejam aptas a oferecer um ensino bom o suficiente de forma online ?

“No caso da Luminova, em que professores e alunos já estavam habituados a utilizar a tecnologia a favor da aprendizagem, o momento não preocupou tanto e mantivemos a qualidade do que é ensinado. Inclusive, utilizamos uma plataforma de Adaptive Learning chamada CamaleON e que conta com mais de 30.000 exercícios em que os alunos vão resolvendo e, à medida que acertam ou erram, por meio de algoritmos produzidos por uma inteligência artificial, são construídas trilhas de aprofundamento ou de refação das atividades. É uma maneira de trabalho personalizado de cada aluno. As aulas acontecem por meio Virtual, On Line e/ou ao vivo e depois os alunos utilizam essa plataforma para reforçar o trabalho autônomo”.

Foto: Kátia Ribeiro de Souza
Qual a sua visão diante dos alunos que não tem condição de assistir aula online? Acredita que serão prejudicados por isto?

“Infelizmente, a falta de acesso à internet e de infraestrutura pode ser bastante prejudicial para os estudantes. Por outro lado, quem não possui equipamentos, há também a alternativa de utilizar material impresso de revisão e exercícios, que podem ser encontrados em livrarias e bancas. O importante é não ficar parado aproveitar ao máximo a oportunidade disponível”.

Que tipo de dica podemos dar para os alunos que estão se preparando para fazer a prova?

“Para aqueles que têm uma boa internet, celular e computador, é importante continuar estudando, revisando os conteúdos, fazer simulados de provas anteriores e manter a leitura em dia”.

Foto: Kátia Ribeiro de Souza
E que dica devemos dar para as escolas que ainda estão sem preparando para este evento tão importante na vida dos formandos ?

“Acredito ser difícil encontrar uma escola nessa condição, mas deve-se investir tempo agora. Se não houve um planejamento prévio, que os professores acessem as provas anteriores e separem as questões que tenha relação com o conteúdo que está sendo trabalhado no momento, pois a revisão do conteúdo que já foi abordado em sala de aula pode confundir com o que está sendo abordado agora. Planejar que haja uma revisão de pelo menos seis semanas antes da prova revisando em cada componente curricular os assuntos mais propensos a cair”.

Deixo este espaço caso queira acrescentar algo.

“Nesse momento é importante manter os alunos motivados, pois eles precisam estar engajados, já que a crise que vivemos pode desestabilizar o potencial de cada um deles”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s