Exercício em casa: Professor lista razões para fugir dos treinos que vendem resultados milagrosos

Fazer exercício físico estimula o sistema imunológico e contribui para o foco da saúde mental. E durante a quarentena, a atividade em casa acaba sendo uma das melhores alternativas para manter o cérebro mais tranquilo, amenizando a ansiedade ou auto cobrança por produtividade.

Algo que é possível ver em pesquisas pela internet e ter cuidado com estes, é as vendas de treinos milagrosos. O Professor de Educação Física, Bruno Sapo, separou uma lista de alerta e razões para fugir desses treinamentos.

Segurança

Na ânsia de adaptar treinos com coisas que todos tenham em casa e vender o melhor treino para a quarentena, alguns exercícios foram “inventados”. Como por exemplo, fazer Barra Fixa / Pull-Up, na porta. A porta pode cair, você se machucar, ter que ir para o hospital e aumentar a probabilidade de contaminação por algo que poderia ser evitado. Todo exercício tem seu risco, uns mais, outros menos, opte pelos mais seguros principalmente no momento que estamos vivendo.

Smartphone Samsung Galaxy A10s 32GB 6.2″ 2GB RAM Câmera Traseira Dupla 13MP 2MP Azul

Tênis Nike Revolution 5 Masculino – Preto e Branco

Estética é o objetivo certo para o momento?

Estamos vivendo uma pandemia e a atividade física é sim essencial. No entanto, o objetivo para esse momento é, ou deveria ser, a melhora do sistema imunológico, a diminuição da probabilidade de sintomas mais fortes da Covid-19, o fator benéfico psicológico que a atividade física trás, entre outros. Ao ficarmos em casa nos movimentamos menos que a rotina habitual e a tendência é um ligeiro ganho de peso e/ou perda de capacidade cardio respiratória, e nisso o exercício pode ajudar. Entrar em um programa de perda de peso agora, pode causar um estresse desnecessário no sistema, trazendo assim mais malefícios do que benefícios. Priorize a sua saúde.

Quem é o profissional?

Na onda de vender a qualquer custo, muitos enganadores e enganadoras estão vendendo treinos sem ao menos serem formados em Educação Física. Procure saber quem é o profissional que você está pretendendo fazer o treino. Essa pessoa é pelo menos é formada? Um simples “google” no site do Conselho Regional de Educação Física – CREF – já minimiza possíveis imprevistos futuros. Tem formação? Ótimo! É o mínimo, consulte amigos, busque mais informações, você estará entregando o seu corpo a uma pessoa, vale pesquisar antes de confiar.

Continuidade

Emagrecimento, ganho de força, massa muscular, são resultados de um processo de mudança de hábitos e comportamentos. Não vai ser de um dia pra outro que A vai emagrecer ou B vai ficar forte. Procurar por atalhos é uma tendência geral, mas infelizmente não existem, e o desespero de ver o corpo conquistado indo embora na quarentena pode potencializar essa tendência.

Quanto maior for a mudança, sem que os hábitos mudem de verdade, maior será a probabilidade do rebote. Sabe o efeito sanfona? Exatamente. Ficou um mês comendo sopa, emagreceu tudo que podia – inclusive perdendo massa magra, o que pode ser prejudicial dependendo da quantidade -, mas depois não aguenta a rotina, volta a comer de forma a compensar o tempo perdido e volta a engordar.

Ou então, começa a fazer todos os exercícios possíveis, treina três horas por dia na primeira semana, duas horas na segunda, uma hora na terceira, na quarta quando aparece tempo no final do mês e no mês seguinte já não vai mais.

Comprovação

Grande parte dos treinos que vendem resultados milagrosos não são comprovados, e buscam apelar para a dor da maioria das pessoas.

Exemplo:

Dor: “Não tenho tempo”

Objetivo: “Emagrecer”

Essa pessoa vai comprar o produto “perca sete quilos por semana com seis minutos de treino diários”.

Sendo que, mesmo que o objetivo dessa pessoa seja o emagrecimento, seria impossível a perda de peso saudável em tão curto espaço de tempo. Além do que, quanto mais os treinos são curtos, mais intensos serão. Será mesmo que alguém que acredita que tenha sete quilos para perder por semana, treinando seis minutos, conseguiria realizar tal treino? Ou tentaria dois dias, se frustraria e iria parar mais uma vez pensando que atividade física não é para ela.

Conclusão

Tanto na quarentena, como na vida “normal” que há de voltar, tenha em mente que não existem milagres. Além do mais, nesse período de isolamento o foco deve ser ainda mais sua saúde. Não vai ser um batom que vai te emagrecer, ou um gel que vai te fazer queimar gordura. Quer resultados? Procure um(a) Profissional de Educação Física capacitado(a), siga o plano e acredite no processo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s