Noah Cyrus lança novo EP

“The End Of Everything” | Divulgação

A cantora Noah Cyrus lançou, na última sexta-feira (15), seu aguardado EP, “The End Of Everything”, pela RECORDS/Columbia Records. Com oito faixas, incluindo “I Got So High That I Saw Jesus”, “Lonely” e seu hit internacional “July”, além de outras cinco faixas inéditas. “The End Of Everything” está disponível em todas as plataformas de streaming.

“The End Of Everything” começa com a faixa “Ghost”, sobre a qual a cantora revelou exclusivamente para a Rolling Stone, “Não posso deixar de ver o meu eu mais jovem tão triste, cheio de ódio por si mesma. Lido com a depressão desde os 11 anos de idade e sempre me senti tão insegura comigo mesma. Lembro-me de experimentar tanta tristeza o tempo todo. Quando me imagino, apenas a vejo precisando de um abraço; alguém para informá-la de que ela crescerá e ficará bem, e que um dia o espelho não será seu inimigo”.

Sobre “Young & Sad”, ela disse, “Eu sinto que muitos artistas hoje em dia estão seguindo uma tendência de ficarem tristes. Como se fosse ‘legal’ ficar triste. Eu estava escrevendo essa música com dois amigos e, originalmente, a letra era ‘Eu quero ser jovem e triste por mais algum tempo’, mas algo simplesmente não estava bem comigo quando eu ouvia. Tipo, eu não quero ficar triste. Não há problema em lutar, mas não é ‘legal’ em lidar com isso. Então, fiquei sentada por um tempo e, eventualmente, reescrevi e virei a letra para dizer ‘não quero ser …’, depois que descobri que era isso que realmente estava me incomodando. Também foi importante para mim começar a música com uma mensagem de voz que meu pai havia me enviado há algum tempo, durante um período sombrio da minha vida, me lembrando de continuar ‘sorrindo’ porque, na época em que ele enviou isso, um sorriso parecia impossível para mim. Ou melhor, eu nem consegui atender o telefone”.

Já na colaboração com Ant Clemons, chamada “Wonder Years”, Noah comentou, “Ant é meu amigo e muito além de talentoso. Estávamos trabalhando juntos uma noite e ele puxou a melodia em que estava trabalhando, que foi uma interpolação de ‘With A Little Help From My Friends’, dos Beatles, e eu fiquei tipo ‘WOAH’. Entrei no estúdio e cantarolei algumas melodias, e depois trabalhamos nas letras, produção, estrutura, etc. É engraçado porque acho que nunca sabíamos como essa música seria lançada. Quem consegue um registro dos Beatles? Nós, eu acho…”

A última música e também título do EP, “The End Of Everything”, foi inspirada por um vídeo de time-lapse do Universo, feito por John Boswell que Noah assistiu, “A inspiração por trás dessa música mudou minha vida”, revela Cyrus. “Para mim, ele realmente colocou em perspectiva como vivemos nossos momentos aqui como humanos. Havia coisas que pareciam tão grandes que se tornaram tão pequenas. A mensagem de que o que temos agora é o que importa. Nada mais. É uma mensagem profunda que precisa de mais cinco horas para eu explicar, mas espero que tenha resumido o suficiente nos dois minutos que a música tem”.

Ouça:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s