Atletas goianas podem receber patrocínio por 24 meses

Iniciativa é da MRV, que está selecionando 12 mulheres atletas brasileiras com potencial para irem às Olimpíadas, onde elas ainda não competem em igual número que os homens. Inscrições podem ser feitas até 22 de maio | Freepik

O novo coronavírus impactou fortemente o mundo dos esportes. Bolas, bicicletas, raquetes e skates estão parados. Nas pistas de atletismo e automobilismo, nada se move. Até mesmo as Olimpíadas, que seriam realizadas entre julho e agosto de 2020, foram remarcadas para 2021, fato sem precedentes na história dos jogos modernos. Os impactos também são econômicos. Em Goiás, por exemplo, foi suspensa a seleção de bolsas estaduais no início do mês, frustrando projetos de muitos atletas.

Em contrapartida, surgem reforços para continuar apoiando o esporte.  A MRV lançou a campanha #ElasTransformam para estimular o esporte brasileiro, já com vistas a ajudar incentivar a participação das mulheres nas Olimpíadas de Tóquio.

Nas últimas Olimpíadas, no Rio de Janeiro, em 2016, as brasileiras atingiram 44,9% dos atletas que disputaram os jogos.

Ao todo, serão patrocinadas 12 atletas do sexo feminino que estejam competindo por vagas nas Olimpíadas de Tóquio. Seis vagas ainda estão abertas para inscrição das atletas de todo Brasil no site elastransformam.mrv.com.br até o dia 22 de maio. Uma boa alternativa para as atletas goianas que já representam cerca de 20% dos esportistas de cinco modalidades individuais em Goiás – boxe, tênis de mesa, ciclismo e taekwondo -, segundo levantamento feito com as respectivas federações e associações das categorias. 

O boxe goiano, por exemplo, pode oferecer boas possibilidades, inclusive a última modalidade esportiva a incluir as mulheres nos jogos mundiais – somente em 2012, nas Olimpíadas de Londres. “Temos cerca de 10 mulheres que praticam boxe de alto rendimento em todo o estado, mas as competições estão paradas desde abril e as atletas também pararam de receber bolsa, o que aumenta ainda mais as dificuldades para treinar”, explica o presidente da Federação de Boxe de Goiás, Erenildo Pereira.

No ciclismo, diz o vice-presidente da Federação Goiana de Ciclismo, Emanuel Muniz, cerca de 10% dos 400 atletas da modalidade esportiva são mulheres. Destas, três estão aptas para participar de disputas internacionais, sendo que duas já participaram de Olimpíadas e uma estava no ciclo olímpico concorrendo a uma vaga para a competição no Japão. “A falta de competições e premiações em dinheiro acaba impactando a preparação dessas atletas. Bolsas contribuem para manter essas atletas em atividade”, destaca Muniz.

Já no taekwondo, o presidente da Federação Goiana da modalidade esportiva, Ricardo Favorito, dos 70 atletas de alto rendimento associados à entidade, cerca de 35% são mulheres. “Temos algumas atletas mulheres que estão conseguindo bons resultados em campeonatos nacionais e boas participações internacionais. Para elas manterem a competitividade, as bolsas são essenciais por possibilitar uma alimentação saudável e nutritiva, que nem sempre é barata. Além de garantir suplementação e treinos específicos com personal trainer”, explica Favorito.

Capitã Maurren Maggi e atletas já contempladas | Divulgação MRV

Como participar

Para participar da seleção, as atletas devem enviar um vídeo de, no máximo, um minuto contando sobre o motivo pelo qual devem ser escolhidas, bem como sua trajetória no esporte. Dois experts no tema serão os jurados: Marcelo Vido, ex-jogador de basquete e atual diretor executivo de Esportes Olímpicos do Clube de Regatas do Flamengo; e Mariana Brochado, ex-nadadora e atleta olímpica, atualmente gestora esportiva. 

Maurren Maggi, maior nome da história do atletismo feminino do Brasil ao ganhar a medalha de ouro no salto em distância dos Jogos Olímpicos em Pequim, em 2008, é a capitã que representa a campanha da MRV. Ela irá acompanhar as atletas e suas performances ao longo do patrocínio. 

Vale ressaltar que seis atletas já foram selecionadas e, portanto, restam seis bolsas para serem destinadas a quem se inscrever. As atletas já selecionadas são: Ana Sátila (Canoagem Velocidade); Flavia Saraiva (Ginástica Artística); Silvana Lima (Surf); Rayssa Leal (Skate Street); Lorrane Ferreira (Natação) e Bruna Takahashi (Tênis de Mesa).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s